Número total de visualizações de página

quarta-feira, 10 de novembro de 2010


Martinho de Tours, nasceu na actual Hungria, em 316 ou 317. Era filho de um oficial do exército romano e aos 15 anos de idade, entrou também ele para o exército, embora querendo já na altura fazer-se monge.
Provavelmente em 338, em Amiens (França), durante uma ronda nocturna no rigor do Inverno, encontrou um pobre semi-nu: não tendo dinheiro para lhe valer, com a espada dividiu ao meio o seu manto, que repartiu com o desconhecido. Na noite seguinte, em sonhos, Martinho viu Jesus que lhe disse ser ele o pobre mendigo.
Martinho continuou como oficial da guarda imperial romana até aos 40 anos. Mais tarde abandonou a vida militar e foi viver para um mosteiro.
Foi eleito por aclamação bispo de Tours em 4 de Julho de 371.
A sua generosidade e a sua bondade ilimitada ainda hoje são mantidas .
A sua memória religiosa é festejada a 11 de Novembro.

Texto adaptado de um artigo de M. Alves de Oliveira, da Enciclopédia Verbo Luso-Brasileira de Cultura, Edição Século XXI.

Sem comentários:

Enviar um comentário